Montanhas do Paraná e do Brasil

Montanhas do Paraná e do Brasil

Compartilhe

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Catalogando Montanhas - Pico Ciririca

Placa Do Ciririca - Foto Reginaldo Mendes
O Pico Ciririca é uma das montanhas mais fascinante que existe na serra do mar paranaense que também faz parte da Serra do Ibitiraquire. Com seus 1760 metros acima do nível do mar. Saindo da Fazenda do Bolinha e seguindo entre o vale de Tucum e Camapuã, passando por cachoeiras. A trilha é bem pesada, no mínimo 8 hrs de caminhada até as placas, que estão abaixo do cume da montanha. As placas eram elementos passivos de repetição de sinais de microondas instalados na década de 70 com o objetivo de fazer enlace de rádio entre Curitiba e a Usina Parigot de Souza no outro lado da Serra do Mar. Hoje elas estão desativas, por causa do difícil acesso e do alto custo de manutenção.
Sua rampa é extensa e cansativa, sem escadas, correntes ou degraus é tudo no braço.
A trilha de baixo é a mais usada por causa da distancia e dificuldade mas é só possível ver toda serra do mar depois de uma longa caminhada. A trilha de cima leva até o Tucum/Camapuã, Luar e Siri. A montanha contem boas clareiras para acampar, e um visual magnífico. É possível enxergar toda Quatro Barras, Curitiba, a BR 116 e o litoral paranaense, e uma grande parte da serra do mar.

Catalogando Montanhas - Pico do Paraná


O Pico Paraná é a montanha mais alta da Região Sul do Brasil. É uma formação rochosa de granito e gneisse, entre o município de Antonina e Campina Grande do Sul, no conjunto de serra chamado Ibitiraquire. Ele foi descoberto pelo pesquisador alemão Reinhard Maack através de suas incursões na Serra do Mar no estado brasileiro Paraná, vindo daí seu nome de batismo.
Maack juntamente com os alpinistas Rudolf Stamm (1910 – 1959) e Alfred Mysing e com auxílio de tropeiros da região, partiram em 28/06/1941 com o objetivo de registrar e anotar a flora e a geomorfologia local e, também, de conquistar o cume da montanha. Stamm e Mysing conseguiram o intento em 13/07/1941.

Entre 1940 e 1941 Maack efetuou diversas incursões à Serra do Ibitiraquire com o objetivo de obter medições e anotações sobre a fauna e a geomorfologia da região. Nesta época ele registrou que o cume do Pico Paraná teria 1922 m de altitude, sendo a partir deste momento a mais alta montanha do Paraná e da Região Sul do Brasil. Antes disso, a montanha mais alta do estado do Paraná era o Monte Olimpo.

Pico do Paraná -vista Ciririca foto Reginaldo Mendes

Em 1992 sua altitude foi aferida em 1.877,392 m através do Sistema de Posicionamento Global por três equipes da Universidade Federal do Paraná, sendo esta a medida adotada oficialmente desde então.
Situada na serra Ibitiraquire, Ibitirati, União e PP, faz o conjunto Pico do Paraná. Passando pelo vale da Cotia (rio Cotia).
O primeiro ponto de acampamento com vista para o PP é o A1, e logo em seguida, começa o paredão para chegar ao A2, onde já é possível fazer um ataque ate o cume em 40 minutos sem cargueira.