Montanhas do Paraná e do Brasil

Montanhas do Paraná e do Brasil

Compartilhe

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Mais um brasileiro no topo do Mundo

A história dos brasileiros no montanhismo é muito rica, cheia de conquistas e histórias para contar. Nos 8.848 metros de altitude do Everest, oito brasileiros já deixaram a marca verde e amarela no topo do mundo: Waldemar Niclevicz, Mozart Catão, Vitor Negrete, Rodrigo Raineri, Eduardo Keppke, Ana Elisa Boscarioli e Irivan Burda e recentemente, no dia 17 de maio de 2010, Manoel Morgado.
Manoel Morgado - foto arquivo pessoal
Waldemar e Mozart foram os precursores da escalada na montanha, ao conquistar o cume do Everest em maio de 1995 pela Face Norte, considerada a mais perigosa. Após a conquista, em 1998, Catão faleceu ao tentar ser o primeiro brasileiro a chegar ao topo do Aconcágua pela face norte. Mas uma avalanche o pegou, junto com sua expedição, formada por Othon Leonardo e Alexandre Oliveira.

Dez anos depois da conquista, em 2005, Niclevicz retomou a idéia e, ao lado de Irivan Burda, escalou novamente o cume do Everest . A dupla também teve uma tentativa em 2002, mas o mau tempo impediu que concluíssem os 500 metros finais da montanha.

No mesmo ano, em 2005, Rodrigo Raineri e Vitor Negrete também escalavam o Everest, na mesma época da expedição comemorativa de dez anos de Niclevicz. Mas a 50 metros em desnível do topo, Raineri decidiu parar por ter seus pés congelados; Negrete seguiu até o cume e teve sua primeira conquista sozinho.

Em 2006 duas conquistas e uma perda. Novamente Rodrigo e Negrete tentaram o cume do Everest e, novamente, os pés de Raineri congelaram, sobrando a tarefa de escalar sozinho para Vitor, sem o auxílio de oxigênio. Após a conquista, na descida do cume, Vitor passou mal por conta dos efeitos da altitude e foi resgatado por Dawa Sherpa, ainda com vida, mas não resistiu e faleceu, vítima de edema pulmonar e cerebral.

Ana Elisa Boscariolli - Foto aquivo pessoal
Mulher no topo - Aos 40 anos de idade, quebrando a hegemonia masculina, no dia da morte de Negrete, 18 de maio de 2006, Ana Elisa Boscariolli alcançou o topo do mundo, sendo a primeira mulher brasileira a ter o feito em seu currículo. Antes do Everest, Elisa conquistou o Cho Oyu em 2005.

Sem desistir e mesmo após a morte do amigo, Rodrigo Raineri ao lado de Eduardo Keppke conquistaram o cume do Everest no dia 27 de maio de 2008. Apesar de planejar não usar o oxigênio suplementar, o mau tempo na região o obrigou a usufruir o artifício. “Foi um cume demorado, que demorou seis anos, por isso foi uma emoção muito forte. Foi o fechamento de um ciclo de coisas boas e ruins que aconteceram no Himalaia”, disse Vitor, relembrando os imprevistos.

Manoel Morgado, conhecedor da região do Everest pelos vários trekkings realizados nos acampamentos da montanha, decidiu investir no ataque ao cume da montanha em 2010. A façanha foi atingida na madrugada do dia 17 de maio, após muitas desistências de várias expedições por conta da instabilidade do tempo.

Fonte: Webventure