Montanhas do Paraná e do Brasil

Montanhas do Paraná e do Brasil

Compartilhe

terça-feira, 31 de julho de 2012

Um rio gelado para atravessar

Quando Diana Trigueiro, minha melhor amiga, resolveu voltar para Curitiba e rever alguns amigos pensei na hora em fazer alguma coisa para nos divertirmos. Pensei em montanha, mas o tempo estava um pouco instável. Combinei então com minha esposa de fazermos o Salto dos Macacos, uma queda d´agua de 70 metros de altura localizado na serra da Farinha Seca. Partimos de Curitiba no sábado bem cedo. Descemos a bela Estrada da Graciosa até chegar ao camping do senhor Shiro e da dona Francisca. O camping fica bem próximo à entrada das prainhas sentido engenheiro Lang. Montamos acampamento e em seguida fiz um belo churrasco. Depois que caiu a noite resolvemos tentar dormir para acordarmos bem cedo, mas um imbecil que estava no camping, encheu o caneco e ali ficou a noite inteira incomodando. Gritava a noite inteira e ainda brigava com sua mulher. Um verdadeiro babaca que resolveu sair de casa para quase acabar com nosso passeio. Conseguimos dormir um pouco e logo cedo, depois de um café da manha, fomos para a trilha do Salto dos Macacos.

Começamos a trilha as 08h30min. Logo no começo um grande desafio: tentar atravessar o Rio Nhundiaquara que estava muito gelado. Era difícil ficar muito tempo com os pés na água, tentávamos sempre encontrar uma pedra seca. Depois de uns 20 minutos conseguimos chegar à outra margem do rio. Logo em seguida passamos por mais um rio, mas esse foi bem tranquilo. Água gelada vencida. Agora é só seguir trilha a cima. A caminhada foi bem tranquila, encontrávamos algumas árvores caídas na trilha mas com um pouco de dificuldade encontramos novamente a trilha. Diana e minha Tanynha seguiram firmes e forte até o final da caminhada. Depois de 02h30min minutos de caminhada chegamos ao nosso destino. Eu e minha esposa nos lembramos da ultima vez que fomos para esse Salto, onde ela escorregou e machucou a cabeça, era para fazer um vídeo para o nosso casamento e foi um verdadeiro fracasso. Tiramos muitas fotos, fizemos um bom lanche e descemos a trilha para podermos ir logo para casa. Chegamos à estrada depois de 01h40min de caminhada, todos sujos e molhados, tomamos um belo banho desmontamos o acampamento e partimos para Morretes para comer aquele barreado.











Nenhum comentário: